Sexta-feira, 11 de Maio de 2007

Sou uma borboleta doce...

Há mais ou menos um mês que existe “rodízio” no meu quarto a um preço imbatível... aliás existem excursões organizadas do norte de África e sul de Espanha, com descontos para portadores de “cartão jovem”, reformados e deficientes. E se comprar um pacote familiar recebe uma refeição extra...

Há mais ou menos um mês que acordo com "babas" de mordidelas de mosquitos/ melgas (não sei qual deles, estava a dormir no momento do crime e ainda não tive oportunidade de lhes perguntar) maiores que o cérebro de muito "gajo" heterossexual que conheço... Ok, esta não é difícil.... hum, deixa-me cá ver um exemplo mais ilustrativo....maiores que o ego de muita gay que conheço... hum, esta não é lá muito justa...ok, quase do tamanho de 1/1000 000 da estupidez de um skinhead apenas idiota e não verdadeiramente imbecil (há cerca de dois no mundo com esta característica)

Acordo, vou à farmácia e peço uma pomada F. a Srª olha para um dos muitos locais do crime/mesa de jantar, e aconselha-me a usar antes a pomada F. (acho que todas as pomadas para estas maleitas começam pela letra F., deve ser por ser Fodido fazer algum efeito).

Levo para casa, limpo cuidadosamente o “local do crime/mesa de jantar”, ponho a pomada, espalho e espalho e espalho, para ter a certeza que absorveu bem, ponho mais um bocado até ficar com uma camada branca impenetrável, tenho de repetir a operação em mais 15/20 locais. Acalma a comichão mas não desaparece…

Vou ao supermercado, compro um aparelhómetro, todo XPTO, ultimo modelo do mercado, o Ferrari dos insecticidas eléctricos com uma durabilidade de 45 noites. Levo para casa, ligo à corrente e começo a ler as instruções. ( sim comprei o novo porque de ano para ano as recargas deixam de ser vendidas, pelo que temos de comprar tudo de novo).
Começo a ler a caixa e diz “45 noites livres de melgas e mosquitos mesmo com a janela aberta e a luz acesa, num máximo de 8 horas consecutivas por noite”, penso para mim mesma é mesmo isto que eu quero… continuo a ler “precauções, Não permanecer em ambientes fechados com o “R” ligado á corrente, arejar bem o local…”
Penso para os meus colchetes (hoje não trago botões) Eu moro no centro de Lisboa, existe uma incoerência na frase: “dormir de janela aberta”, na minha rua, quando se tem a janela aberta, não se dorme… Mas que car**** (estou com o SDM dá-me para a asneirola…).
O meu braço direito não tem uma única mordidela, o meu braço esquerdo tem 8 novas mordidelas, mais duas já com uns dois dias, e três marcas da semana passada, de babas gigantescas que um mosquito radioactivo que de vez em quando me visita deixa de souvenir (demora cerca de uma semana a curar e mesmo que não coce deixa marca), chamemos-lhe o meu amante.

Vânia


suspirado por barbaletasguerreiras às 15:21
link do post | comentar | favorito
|

@Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30


@Onde está?

 

@mmmiiiiiiiiiaaaaaauuuuuuuuuu

adopt your own virtual pet!

@Balelas

@ Esperando por....

@ OH Sefaxavor

@ fuck

@ (...)

@ bichos

@ O Estranho Acontece

@ ...

@ Fragilidade

@ Qual mala de cartão da L...

@ castigo divino

@Dores antigas...

@ Novembro 2007

@ Outubro 2007

@ Setembro 2007

@ Agosto 2007

@ Julho 2007

@ Junho 2007

@ Maio 2007

@ Abril 2007

@ Março 2007

@ Fevereiro 2007

@ Janeiro 2007

@ Dezembro 2006

@ Novembro 2006

@ Outubro 2006

@ Setembro 2006

@ Agosto 2006

@ Julho 2006

@ Junho 2006

@ Maio 2006

@Sopro mágico

@ eu

@ amor

@ gato

@ me

@ amizade

@ alma

@ guemil

@ hell

@ fim

@ tu

@ porque é que eu te odeio tanto

@ o ladrão de almas

@ palavras

@ m.m.

@ medo

@ mexicano bum bum

@ acreditar

@ fuck

@ gaticidio

@ gato vadio

@ todas as tags

@Essência

@ História do Tinoco

@ ATRIUM

@ Liberdade

@ Cativar

@ Gato

@ Got Glue?

@ Amor...

@ at last...

@ O porquê deste blog...

@ hoje é o primeiro dia do ...

@Companheiros de armas...

@quantos são?

eXTReMe Tracker

@Quem anda aí?

online
Online Casino
blogs SAPO

@subscrever feeds