Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2006

quando tudo se conjuga para um fim

 

Quem diria que ontem seria uma das melhores noites da minha vida!!!! Melhores no sentido de divertimento... pela primeira vez há já muitos meses que ao beber, sobretudo em demasia, aguço o sarcasmo e lanceto tudo o que se cruza à minha frente....

parecia que ao gozar também com os meus fantasmas eles se afastavam mais depresssa . Algo que nunca se verificou, mas nem por isso deixei de faze-lo...

Mas ontem não... isso não aconteceu!!!!!!!!!!!!!!

Mais uma vez, numa daquelas noites aparentemente calmas, eu e a E., decidimos ir tomar café tarde e a más horas, e prolongar a noite, já que, não temos mesmo ninguém a espera em casa.... nem mesmo um pet , e apetece-nos sempre ver gente animada, mesmo que não estejamos nessa onda...

Parece que assim a minha tristeza se desvanece devido as ondas de alegria que circulam no ar...

 

E lá vem o café com o cigarro, mais dois dedos de conversa... da boa, da interessante e estimulante... começo a ouvir o som da vassoura... ups ... já fecharam, está na hora de mudar de poiso.

nesta altura abandonamos o ar do mar para partir sem destino.. até nos ocorrer ir a uma disco.. talvez há mais de meio ano que não íamos lá....

E foi com esta pequena tomada de decisão que tudo se começou a conjugar.

 

Centanas de pessoas à entrada,... bastou uma troca de olhares entre a E. e o porteiro para passarmos...

bengaleiro esgotado

muito calor,

Vamos mas é beber para arrefecer... talvez os miúdos comecem a ir para casa e fique mais vazio.

Meia cerveja depois e depois de milhares de sorrisos sentidos... Aconteceu o primeiro acaso...

o meu professor de pilates estava lá... conversa para aqui, sorriso para lá. boa companhia o que é raro nos dias de hoje...

o calor aperta decidimos tentar novamente o bengaleiro... e a percorrer a pista o segundo encontro da noite...

o meu priminho...

alterou logo a rota destinada para o bar da Ana. lá guardaram os nossos casacos e fizemos o primeiro brinde, e talvez também o segundo... não tenho a certeza.. mais um fino para arrefecer e vamos ao bar da loira... para brindarmos mais uma vez à família.. e outra .. e mais uma fino.. as bebidas brancas dão-me cabo do estômago...

 

Até que entre um brinde e outro apareces tu... a terceira conjugação da noite....

olhas para mim, eu sei que me viste, mas não te dou oportunidade de fugires sem e cumprimentares. dirijo-me a ti e com grande sorriso permaneço..

falamos do que tu sabes... banalidades... ou talvez não..

 

bem sabes que poderás dizer o que quiseres e ate mesmo estar convicto de que estas bem... mas meu querido.... estas esbatido... sem contornos....

já não há brilho no teu olhar... és baço, amorfo e emanavas desconforto ao pé de mim...

ao senti-lo despeço-me e volto para a minha festa... tu partes... a minha persença´incomoda-te ... a minha descontracção e boa disposição também...

começam a aparecer ao "habitues" da noite e são apresentada à imensidão de pessoas que o meu primo conhece, sempre como... a minha prima..

decidimos voltar ao bar da Ana.. para mais uns brinde... já foram tantos... mas não devo parar estou divertida... e no meio do percurso lá tas tu... e sem querer fico na linha dos teus olhos junto ao bar... tu partes mais uma vez.... nos também vamos dançar  

mais um encontro... desta vez com um rapaz da Fig , do tempo do liceu e que frequentava o amarelinho...

no meio destes encontros recebo uma sms de uma amigo a dizer que lhe apetece sair... decidiu vir ter connosco

e sem me aperceber... a não ser mesmo no final , que estivemos mesmo lado a lado na pista...

dancei, conversei e diverti-me bastante.

estava na hora de partir....

 

e mais uma vez fiz questão de me ir despedir de ti...

 

mais uma troca de palavras com bastantes carga... mas sem raiva ou sentimentos destrutivos

mas a tua frase... não me abandona... "Tu não mudas, pois não?"

apesar de te ter perguntado se havia razoes para o fazer e teres dito que não... não me convences...

Podias enumerar o que posso fazer...  só assim poderei melhorar os meus defeitos e ser alguem melhor na próxima relação....

lá estas tu a colocar a tua mão na minha cara...e cabelo... para quê?

Acorda!!! tu fizeste as tuas escolhas...

 

tira o ar de vitima que não quer que tenham pena dela... tu podes ser muita coisa.. mas definitivamente vitima não és.. só se fores vitima de ti mesmo. Ai talvez.

 

fiquei triste por te ver a esbateres-te.. a anulares a tua individualidade, sonhos, projectos.

 

beijo

pst

M.M .

 

 

 

 

Sopro mágico: ,

suspirado por barbaletasguerreiras às 01:54
link do post | comentar | favorito
|

@Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30


@Onde está?

 

@mmmiiiiiiiiiaaaaaauuuuuuuuuu

adopt your own virtual pet!

@Balelas

@ Esperando por....

@ OH Sefaxavor

@ fuck

@ (...)

@ bichos

@ O Estranho Acontece

@ ...

@ Fragilidade

@ Qual mala de cartão da L...

@ castigo divino

@Dores antigas...

@ Novembro 2007

@ Outubro 2007

@ Setembro 2007

@ Agosto 2007

@ Julho 2007

@ Junho 2007

@ Maio 2007

@ Abril 2007

@ Março 2007

@ Fevereiro 2007

@ Janeiro 2007

@ Dezembro 2006

@ Novembro 2006

@ Outubro 2006

@ Setembro 2006

@ Agosto 2006

@ Julho 2006

@ Junho 2006

@ Maio 2006

@Sopro mágico

@ eu

@ amor

@ gato

@ me

@ amizade

@ alma

@ guemil

@ hell

@ fim

@ tu

@ porque é que eu te odeio tanto

@ o ladrão de almas

@ palavras

@ m.m.

@ medo

@ mexicano bum bum

@ acreditar

@ fuck

@ gaticidio

@ gato vadio

@ todas as tags

@Essência

@ História do Tinoco

@ ATRIUM

@ Liberdade

@ Cativar

@ Gato

@ Got Glue?

@ Amor...

@ at last...

@ O porquê deste blog...

@ hoje é o primeiro dia do ...

@Companheiros de armas...

@quantos são?

eXTReMe Tracker

@Quem anda aí?

online
Online Casino
SAPO Blogs

@subscrever feeds